PDFImpressão

A Hora do Dragão

Ao longos dos anos, e de forma surpreendente, a China evoluiu no sentido de alcançar uma integração do poder económico e financeiro e do peso estratégico em relação ao globalismo. Hoje, a China mostra a bandeira no mar e avançou como credora internacional das chamadas dívidas soberanas. Além disso, no que diz respeito ao mundo lusófono, o governo de Pequim delegou no governo de Macau as relações com os países da CPLP, para "aproveitar a herança portuguesa", levando à intensificação do estudo do português e da entrada dos capitais chineses em grandes empresas lusófonas como forma de demonstração do desígnio estratégico de Pequim.

Este livro é um trabalho oportuno e construtivo sobre o tema e que vai seguramente suscitar, como escreveu Adriano Moreira, Presidente da Academia das Ciências de Lisboa e Presidente do Conselho Geral da Universidade Técnica de Lisboa, o interesse de todos os que se inquietam com a desordem do presente e não desistem de contribuir para uma reconstrução da ordem internacional.
Preço VendaMOP300,00