Uma reunião de trabalho sobre Macau como Cidade Criativa de Gastronomia teve hoje (dia 24) lugar, durante a qual foi anunciado o lançamento oficial da Base de Dados da Cozinha Macaense.

Representantes da Direcção dos Serviços de Turismo (DST) e entidades relacionadas do governo, de instituições de ensino, associações da indústria, entre outros, participaram numa reunião de trabalho realizada pelo terceiro ano sobre Macau como Cidade Criativa de Gastronomia, presidida pela directora da DST e ponto focal da RAEM para a Rede de Cidades Criativas da UNESCO, Maria Helena de Senna Fernandes. Marcaram também presença na reunião os subdirectores da DST, Cheng Wai Tong e Ricky Hoi, a presidente do Instituto de Formação Turística de Macau (IFTM), Fanny Vong, a subdirectora da Direcção dos Serviços de Economia, Chan Tze Wai, representantes do Instituto Cultural (IC), da Direcção dos Serviços de Educação e Juventude, do Instituto para os Assuntos Municipais, da Direcção dos Serviços para os Assuntos Laborais, do Instituto de Promoção do Comércio e do Investimento de Macau, da Direcção dos Serviços de Protecção Ambiental, da Universidade de Ciência e Tecnologia de Macau, representantes das associações da área de gastronomia e relacionada, entre outros. Os vários representantes trocaram opiniões sobre o aprofundamento contínuo dos trabalhos relacionados com o forjamento de Macau enquanto cidade de gastronomia.

Página electrónica e sala temática da Base de Dados da Cozinha Macaense lançadas em simultâneo

Durante a reunião, a directora da DST anunciou o lançamento oficial da Base de Dados da Cozinha Macaense. A criação da base de dados é um dos trabalhos de relevo no desenvolvimento de Macau como uma Cidade Criativa de Gastronomia. Através da cooperação com o IFTM, o IC e o Instituto Internacional de Macau (IIM), entre outras entidades competentes, a DST lança agora a Base de Dados da Cozinha Macaense, disponibilizando ao público uma página electrónica, e foi também criada uma sala temática na biblioteca do IFTM, para promover o ensino, a herança e a divulgação desta cultura gastronómica.

Em articulação com os trabalhos de governação electrónica do Governo da RAEM, a Base de Dados da Cozinha Macaense é apresentada em página electrónica e encontra-se disponível na página electrónica da gastronomia (www.gastronomy.gov.mo), cujo conteúdo é em inglês. Actualmente, a base de dados fornece informações sobre 26 livros e publicações principais de cozinha macaense, 19 volumes de manuscritos (fornecidos pelo IC e recolhidos com o apoio do IIM) e 297 receitas (cuja origem é proveniente da página electrónica “Macanese Library Website”, do IFTM e de macaenses da diáspora de várias partes do mundo). A página electrónica da Gastronomia fornece também oito vídeos sobre gastronomia macaense. No futuro, a DST, em cooperação com instituições de ensino e organizações do sector, irá produzir e disseminar mais vídeos sobre a culinária macaense, para divulgar em vídeo, a arte e cultura da comida macaense.

Em simultâneo, a sala temática da biblioteca do IFTM também entra em funcionamento, disponibilizando livros originais e cópias de manuscritos de receitas da cozinha macaense para consulta do público.

Fonte: https://industry.macaotourism.gov.mo/pt/pressroom/index.php?page_id=172&id=3269

20201124223434 15fbd19fa69d3ab

20201124223432 15fbd19f83d860b


Calendário de Eventos

<<  <  Janeiro 2021  >  >>
 Seg  Ter  Qua  Qui  Sex  Sáb  Dom 
      1  2  3
  4  5  6  7  8  910
11121314151617
18192021222324
25262728293031