Decorreu no dia 21 de Janeiro, no Instituto Internacional de Macau (IIM), a cerimónia de entrega do Prémio Jovem Investigador 2019, das áreas de Economia e Gestão e de Património, Turismo e Identidade de Macau.

O prémio tem por objectivo incentivar jovens estudantes, académicos, recém-licenciados e criativos a investigarem e a aprofundarem estudos sobre aspectos do desenvolvimento da Região Administrativa Especial de Macau, essencialmente nos sectores estratégicos da economia e sua diversificação, do turismo, património e identidade, das ciências aplicadas, e das ciências sociais. Apoiado pela Fundação Macau, este galardão é constituído por um diploma e um prémio monetário de vinte cinco mil patacas, tendo sido atribuído desde 2001, e pretende estimular uma maior participação das novas geracões, para diversificar a intervenção social, criar oportunidades e expandir o âmbito do conhecimento.

Em relação ao ano transacto, através de concurso realizado e após avaliação dos júris nomeados, foram premiados Iao Man Chon, na área da Economia e Gestão, com um trabalho sob o tema “Cash Cow or Mad Cow? Macroeconomic Impact of the Booming Gaming Sector in Macau”; e Tang Chi Fong, na área de Património, Turismo ou Identidade de Macau, com um trabalho intitulado “Research on Sustainable Activation and Regeneration of Historic Cities - A Case Study of Macao Peninsula”.

O concurso de 2019 foi muito concorrido tendo sido recebido um total de dezanove trabalhos que foram analisados por três professores universitários, a Dra. Fanny Vong, o Dr. Sharif Shams Imon, ambos do Instituto de Formação Turística, e a Profa. Rose Neng Lai, da Universidade de Macau.

A cerimónia contou ainda com a presença de Lai Iok In, representante da Direcção dos Serviços de Educação e Juventude, e de Chan Chou Veng, representante da Direcção dos Serviços de Economia.

PJI 1 2019

PJI 2 2019

PJI 3 2019

82594770 2991152010935646 572056701428039680 o

Em conjugação com a exposição “Rostos Femininos de Macau”, inaugurado no dia 19 de Dezembro de 2019, realizou-se ontem, dia 13 de Janeiro, um encontro informal entre o autor dos retratos, João Palla Martins, e os alunos do Departamento de Português e do Centro de Investigação para Estudos Luso-Asiáticos da Universidade de Macau.

Este encontro proporcionou aos alunos presentes, sob a organização e orientação de Mário Pinharanda Nunes e de José Lino Pascoal, uma diferente perspectiva para os estudos e investigação dos descendentes portugueses na Ásia, em regiões e países como Macau, Hong Kong, Birmânia, Malaca, Sri Lanka, Indonésia, etc., através das fotografias retratadas pelo autor da exposição.

Durante a apresentação, foi igualmente divulgado o trabalho de João Palla Martins, inserido neste importante projecto dos rostos Luso-Asiáticos, e o trabalho na arquitectura, sua área profissional. Houve ainda lugar para uma breve apresentação sobre o tema “Macaense”, pelo representante do IIM, António Monteiro, interligando este projecto de João Palla Martins com os elementos caracterizadores da comunidade macaense, um breve trabalho e apontamento incluído na edição, publicada pela Universidade Católica Portuguesa, “O Macaense – Identidade, Cultura e Quotidiano”.

No final das apresentações, os alunos trocaram impressões com o autor da exposição, com a mostra na Galeria E1 da Universidade de Macau, até ao dia 16 de Janeiro deste ano.
 
82303824 2990844964299684 6235940721610719232 o

A inauguração da exposição Rostos femininos de Macau decorreu no dia 19 de Dezembro na Galeria (E1) da Universidade de Macau. A cerimónia contou com a presença de Wu Jianzhong, Bibliotecário da UM, Mário Nunes, director do CIELA, António Monteiro do IIM e ainda João Palla Martins, autor das fotografias.

A exposição, com rostos inconfundíveis de luso descendentes (femininos) de Macau, está patente até ao dia 16 de janeiro de 2020.

mmexport1576757155840

mmexport1576756813726

mmexport1576756785007

mmexport1576756690034

mmexport1576756609460

Na defesa intransigente da singularidade de Macau e no intuito de reforçar o sentimento de pertença entre os concidadãos, particularmente da camada jovem, e de promover um conceito de identidade radicado nos valores culturais e históricos de Macau, o Instituto Internacional de Macau lança o presente regulamento que serve de regra ao concurso de fotografias:
A MACAU QUE EU MAIS AMO!

Este Concurso destina-se a estimular o conhecimento da população, especialmente entre os jovens, das riquezas patrimoniais de Macau e das tradições que enformam a cultura de Macau.

O Concurso deve retratar aspectos de Macau com os quais o autor culturalmente se identifica e mais estima, designadamente monumentos históricos, edifícios; manifestações de natureza cultural (conferir lista do património imaterial); hábitos, costumes e crenças; eventos turísticos, festividades populares, tradicionais e religiosas das culturas chinesa, portuguesa e macaense; etc.

 

PRAZO DE SUBMISSÃO DAS FOTOGRAFIAS: 28 DE AGOSTO DE 2020

DESCARREGAR Regulamento

DESCARREGAR Boletim de Inscrição

VÍDEO PROMOCIONAL

 

Cartaz 2020

O IIM tinha organizado duas sessões, em chinês e em português, sobre a história das tentativas da invasão holandesa de Macau e do dia do de S. João Baptista, Padroeiro da cidade. Concomitantemente, foram também efectuados concursos sobre o tema, visando os mais jovens, com o objectivo de estimular o seu conhecimento, a sua capacidade de investigação sobre acontecimentos importantes que moldaram a história de Macau.


Os trabalhos do concurso incluem contos de história, poemas, ilustrações em pintura e também vídeo, de estudantes do 3º. Ciclo e do Secundário da Escola Portuguesa de Macau e de escolas chinesas, tendo participado neles alunos da Escola da Associação para Filhos e Irmãos dos Agricultores, da Escola para Filhos e Irmãos dos Operários e do Colégio do Sagrado Coração de Jesus - Secção Chinesa. Após classificação por júris do concurso, foram vencedores Maria Gaspar Rosa, Mariana Antunes Ferreira, Sofia Gomes Porto Martins Drogas, Joana Filipa Coelho Yee, Tam Chi Cheng, Wong Tak Long, Kuok In Hei, Ao Wai Ieng, Mak Mei Ian, Tang Nga Lam, Chan I Man e Tam Ka Man.


A cerimónia de entrega de prémios, realizou-se no auditório do Instituto Internacional de Macau (IIM), no dia 13 de Dezembro.


A iniciativa foi do IIM, com o patrocínio da Fundação Macau, e com diversos apoios e colaborações de entidades desde a Escola Portuguesa de Macau, a Associação dos Antigos Alunos da Escola Comercial Pedro Nolasco, a Associação dos Embaixadores do Património de Macau, a Casa de Portugal em Macau, a Associação dos Macaenses, M Dimensões e a Teledifusão de Macau.

Premios 24 Junho

Calendário de Eventos

<<  <  Agosto 2020  >  >>
 Seg  Ter  Qua  Qui  Sex  Sáb  Dom 
       1  2
  3  4  5  6  7  8  9
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31