Em conjugação com a celebração dos 20 anos da RAEM e do Encontro das Comunidades Macaenses 2019, realizou-se no dia 26 de Novembro a actuação dos grupos musicais da Orquestra Multicultural Amigu di Macau, e também, como convidado especial, a Zhongshan Youth National Music Orchestra para uma noite de orquestra chinesa no Pequeno Auditório do Centro Cultural de Macau.

“Uma Noite Inesquecível” foi organizado em conjunto pela Universidade de Macau,a Macaulink e o Instituto Internacional de Macau, com a cedência do espaço pelo Centro Cultural de Macau, do Instituto Cultural do Governo da RAEM.

Amigu di Macau Arts & Culture é a entidade por trás do grupo musical, constituída em 2002, com diversas actividades culturais e que promove igualmente a diáspora macaense em Toronto, Canadá. O grupo musical é constituído por 16 elementos, com um reportório musical no uso de variados instrumentos musicais chineses, e com interpretação de música não só chinesa mas também portuguesa e macaense. O grupo, com 15 anos de experiência na área musical, actuou recentemente, em 2017, desde Porto a Lisboa, em 5 diferentes regiões de Portugal. A sua deslocação em Macau, não será somente uma actuação única no Centro Cultural, contando também duas actuações no dia 25 de Novembro na Universidade de Macau e ainda no dia 28 de Novembro em Nanhai, na República Popular da China.

A outra orquestra, a Orquestra Musical Nacional dos Jovens de Zhongshan, foi fundada em 2004, tem mais de 100 membros e tem se dedicado à promoção da música de Cantão, além de estudar e interpretar obras do compositor Lu Wencheng, um compositor de música folclórica de Zhongshan. Todos os membros da orquestra já actuaram em diversos palcos.

O regresso a Macau, do Amigu di Macau Arts & Culture, num ano importante para a RAEM, o grupo fez chegar a sua música ao público local e aos macaenses da diáspora, numa noite inesquecível.

orq2

orq1

orq3

orq4

Foi realizada a Sessão Cultural do IIM no dia 24 de Novembro, actividade inserida no programa do Encontro das Comunidades Macaenses 2019.

Várias apresentações foram realizadas, entre as quais sobre o “Projecto do Museu de História de Hong Kong sobre os Macaenses”, por Belinda Wong, Directora do Museu de História de Hong Kong e por Francisco da Roza, Conselheiro Honorário do Museu de Hong Kong.

O patuá foi destacado, com o tema Preservando o Património – O patuá em Macau”, pela investigadora Elisabela Larrea.

Sobre o painel do presente e o futuro da Grande Baía em Macau, António Monteiro, José Luís Sales Marques e Jorge Valente, discursaram das potencialidades e das oportunidades da Grande Baía para Macau e para os macaenses.

No momento alto da sessão, foi entregue o Prémio Identidade 2019 do IIM a Carlos Marreiros e Víctor Marreiros. Foram atribuídos Certiicados de Mérito a individualidades das Casas de Macau da diáspora, Maria Roliz, José Cordeiro, Henrique Manhão, Francisco Xavier Rodrigues, Eduardo Rozário, Yvonne Herrero, Aurea Meyer e Rogério da Luz; Os contemplados a certificados de reconhecimento, foram para as Casas de Macau da diáspora macaense, e ainda a duas associações de matriz portuguesa em Macau, à Associação Promotora da Instrução dos Macaenses, Associação dos Macaenses e a Associação dos Jovens Macaenses.

A sessão teve ainda espaço para a apresentação das últimas edições publicadas pelo IIM, entre as quais “The Portuguese Community in Macau – A pictorial history”, de António P. Jorge da Silva e temas relacionados com a Grande Baía em Macau, a história e identidade. Os livros “O Macaense, Identidade, Cultura e Quotidiano”, foi apresentado por Roberto Carneiro e a história sobre Pedro José Lobo, apresentado pelo seu neto Marco Lobo.

 

Vídeo YouTube

 

sessao cultural 2019 6

sessao cultural 2019 13

sessao cultural 2019 12

sessao cultural 2019 11

sessao cultural 2019 10

sessao cultural 2019 9

sessao cutlural 2019 jv

sessao cultural 2019 8

sessao cultural 2019 7

sessao cultural 2019 5

sessao cultural 2019 3

sessao cultural 2019 2

sessao cultural 2019 14

A Conferência Anual de Estudos Conjuntos dos Países de Língua Portuguesa 2019 foi realizada no dia 29 de Outubro na Universidade de Economia e Negócios Internacionais (UIBE). Cerca de 200 representantes, especialistas, acadêmicos, diplomatas e empresários dialogaram sobre o tema "Parceria azul entre a China e os países de língua portuguesa: fortalecer o comércio e o investimento, promover a cooperação da capacidade produtiva".

Em seu discurso, o primeiro embaixador da China na Organização Mundial do Comércio e ex-vice-ministro chinês do Comércio, Sun Zhenyu, disse que, no âmbito do Fórum para a Cooperação Econômica e Comercial entre a China e os Países de Língua Portuguesa, é possível uma construção conjunta da Rota da Seda Marítima no Século 21, na qual é promovida a utilização de recursos marinhos e o desenvolvimento de indústrias marinhas emergentes. O objetivo é acelerar a industrialização e aprofundar a cooperação da capacidade produtiva, impulsionando a cooperação na construção de infraestruturas com base em uma boa interconectividade.

O embaixador da Guiné-Bissau na China, Malam Sambu, disse que seu país sempre considera a China como um parceiro prioritário e espera aprofundar ainda mais a cooperação de benefício mútuo em busca de sinergias entre as estratégias de desenvolvimento de ambos. Ele sugeriu que os países de língua portuguesa continuem confiando no Fórum, introduzindo a velocidade da China.

O evento foi coorganizado pelo Centro Chinês de Estudos dos Países de Língua Portuguesa (CCEPLP) da UIBE e pelo Instituto Internacional de Macau (IIM). 

 

IN China Radio International.

DA0E0F7BF079F46E3767F023668 EECF111B 19210

8F2C9F2017FD958052B8B04706E FE2FEE2E 13DF7

A cerimónia de inauguração da exposição de artes "Mae Macau" foi realizada no dia 25 de Novembro no Albergue SCM. A cerimónia foi representada por Suzie Ferras, coordenadora da exposição, Jorge Rangel, presidente do Instituto Internacional de Macau, Vera Leça, representante do Albergue SCM, Leonardo Xavier, membro da direcção do Club Lusitano de Califórnia e Paula Carion, membro da direcção da Associação dos Jovens Macaenses. A exposição tem a duração até ao dia 29 de Novembro, durante a semana do Encontro das Comunidades Macaenses.

Alberg2

Alberg1

Alberg3

Alberg4

77421102 1144498522607833 5471247547181826048 n

A recente edição do IIM “Área da Grande Baía Guangdong-Hong Kong-Macau – O desafio para o século para Macau” foi lançada ontem no Clube Militar de Macau. As apresentações foram realizadas por José Luís Sales Marques, Fernanda Ilhéu, Francisco Leandro e a coordenação da sessão por Jorge Rangel. As 11 cidades integradas na Área da Grande Baía foram discutidas, numa altura que Macau enfrenta um enorme desafio neste século. O livro é uma reflexão deste importante desafio por especialistas nesta área, com visões independentes dos autores, incluindo o Plano oficial da RAEM neste contexto, durante os próximos anos.

Foi igualmente apresentada a última revista anual publicada pelo IIM “Oriente Ocidente”.

A sessão foi uma iniciativa do IIM, com o apoio do Clube Militar de Macau e patrocinada pela Fundação Macau.

agb1

agb2

agb3

agb4

Calendário de Eventos

<<  <  Agosto 2020  >  >>
 Seg  Ter  Qua  Qui  Sex  Sáb  Dom 
       1  2
  3  4  5  6  7  8  9
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31